segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

S.Valentim

Era uma vez uma linda bola colorida sobretudo de verde e azul.
Começaram a produzir-se seres vivos; seres que viviam respiravam e alimentavam-se. Com o passar de milhões de anos foram-se transformado em várias espécies umas mais diferentes que outras, até que por fim já não se percebia quem vinha donde e para onde. Uns mantiveram-se na água evoluindo nesse submundo; outros mais ousados saíram do seu espaço de conforto e começaram a pisar aquilo que rodeava a água… tão diferente a terra, tão seca e tão difícil de percorrer, tão cansativa… mas eles insistiram e com o passar de anos andavam corriam e eram excelentes. Começaram a desenvolver outras capacidades físicas que também lhes exigia uma outra forma de se alimentar e assim por vários milhões de anos todos estes se transformaram em seres surpreendentemente diferentes. Até que um se destacou pois começou a andar sobre duas patas e a trabalhar com as outras duas. Começou  a acasalar em bandos tinha um sítio onde ficava algum tempo, Caçavam em bando, os machos, As fêmeas ficavam grávidas esperavam os machos. Tratavam das crianças e preparavam a comida. Até à descoberta do fogo. A partir daqui tudo se transformou. Cada vez mais ereta esta vertente animal se destaca dos outros e claramente se torna aquela que domina o reino que conhecem.

Sim. A seguir vem o ego daqueles que se acham invencíveis e capazes de tudo. Começam as  lutas pelo poder, pela mulher, pela caça, por  tudo….

E assim se tem mantido até agora séc. XXI.
O resto? Se conseguires sobreviver se calhar tens sorte… ou não.
Evolução? Inteligência? Seres especiais?
Não sei se um ramo de rosas consegue superar tudo isso.
Ainda assim, para os que acharem valer a pena





Sem comentários:

Enviar um comentário